Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

João Távora


Segunda-feira, 08.06.09

A grande chapelada 5

Uma vez mais tratou-se dum grande exagero a notícia da extinção do CDS, e por esse facto há que felicitar Nuno Melo e... Paulo Portas, apesar da direita dos valores em que me revejo possuir dificuldade em  identificar-se com o seu estilo populista. 

O facto é que nesta hora há que reconhecer o seu mérito: Paulo Portas conseguiu superar essa desconfiança à custa da sua proverbial  capacidade de trabalho que produz resultados na agenda política, desproporcionados à dimensão do partido.  Só me pergunto se isso chega para fazer crescer o partido: há em Portugal um eleitorado cristão conservador e humanista que, permanentemente ameaçado de orfandade partidária, triplica claramente o habitual meio milhão de votos do CDS. Tradicionalmente este eleitorado dá-se mal com aventureirismos liberais e fracturantes. Esse eleitorado só aguarda por um líder credível e carismático. E reparem como a valorosa Laurinda Alves anda por aí a desperdiçar energias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por João Távora às 17:52

Segunda-feira, 08.06.09

Não tenhamos ilusões

Mesmo que se confirme uma desejável viragem política nas próximas eleições legislativas, este país manterá um profundo problema de ingovernabilidade estrutural: um descrédito generalizado no regime e nas suas instituições, um estado paternalista e asfixiante, e uma congénita indolência dos portugueses.


Mudar este último paradigma é o verdadeiro desafio nacional: é em cada individuo que terá que se operar uma mudança de atitude, de empenho, que viabilize Portugal.  Os portugueses têm que acreditar que está neles a solução. Alguém sabe como?

Autoria e outros dados (tags, etc)

por João Távora às 16:21

Segunda-feira, 08.06.09

A grande chapelada 3

Manuela Ferreira Leite revelou-se a grande vencedora da noite eleitoral de ontem: com a sua estratégia de comunicação baseada na sobriedade, e a escolha do cabeça de lista certo no momento certo, o PSD conquistou uma significativa vitória sobre o Partido Socialista. Tudo isto acontece apesar de Pedro Passos Coelho e da sistemática oposição e má fé assumida por um certo jornalismo e uns quantos fazedores de opinião que dominam com mestria o espaço mediático nacional. De facto, durante grande parte do mandato de José Sócrates, uma inaudita “oposição à oposição” que Pacheco Pereira tanto tem denunciado, dominou a agenda política doméstica.

O exemplo paradigmático destes fazedores de opinião e “mensageiros do oculto” é o inenarrável Luís Delgado, opinador militante na SIC Notícias e na Antena 1, onde exibe uma aflitiva pobreza cultural e intelectual. Este jornalista é para mim um incompreensível caso de alguém que supostamente dá a cara pela direita, mas que, em nome de ocultíssimos interesses, consegue ser sempre mais devastador com ela do que os seus “adversários”. É ouvi-lo na Antena 1 num programa ironicamente chamado “Contraditório” em concordância sistemática com os seus “opositores” Ana Sá Lopes e Carlos Magno. Aliás, na sua última edição, na sexta-feira passada, tivemos a possibilidade de o ouvir vociferar contra Manuela Ferreira Leite e o previsível insucesso do PSD, facto para ele escandaloso, tendo em conta uma suposta hecatombe dos partidos no poder dos restantes países europeus expostos à crise financeira internacional. Argumentos falsos quando sabemos como a direita se aguentou em França, Itália e Alemanha, apesar da crise, apesar de tudo. Ontem à noite, era vê-lo na SIC pateticamente empenhado nessa mesma causa, desvalorizando a vitória do PSD. O que fará correr Luís Delgado? E que estranho fascínio exerce esta obscura personagem a alguns directores de informação da nossa praça?

Legitimamente, exigimos dos políticos um mínimo de idoneidade, erudição, cultura e ciência. Implacavelmente, troçamos das suas gaffes, e obrigamo-los a assumir as consequências dos seus erros de avaliação e fracassos eleitorais. Ora não será que, detendo os media um inusitado poder, "o quinto" como lhe chamam, não deveriam também alguns jornalistas e analistas políticos assumir consequências dos seus enganos e desconchavos?

Eu sei de uns quantos que a esta hora, no mínimo, deviam estar a comer os seus chapéus num acto de penitência pública. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por João Távora às 11:50

Domingo, 07.06.09

A grande chapelada 2


Uma vez mais tratou-se dum manifesto exagero a noticia da sua morte.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por João Távora às 22:21

Domingo, 07.06.09

7 de Junho – o dia da grande chapelada 1

Autoria e outros dados (tags, etc)

por João Távora às 22:16

Sábado, 06.06.09

Estranho preceito...

este inusitado dia de reflexão eleitoral é como um duche de água fria entre os preliminares e a consumação!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por João Távora às 00:12

Sexta-feira, 05.06.09

No Domingo, todos às urnas!

Deixemo-nos de lérias. Depois de amanhã joga-se muito mais do que a eleição de deputados para parlamento europeu e eu receio que sejamos confrontados com duas sérias fatalidades: um descalabro à direita com a derrota da do PSD e um tombo do CDS, conjugado com exponencial crescimento da extrema-esquerda, pela mão do Bloco de Esquerda. A verificar-se uma vitória socialista, tal constituirá um tremendo reforço anímico para o partido enfrentar os próximos embates eleitorais, e José Sócrates verá legitimada a sua vulgar sobranceria.

Este panorama é de pesadelo, e sem dúvida tornará o meu país um local ainda mais inóspito.

O momento é de mobilização: cabe a cada um de nós a missão de intervir no que estiver ao seu alcance para motivar os colegas, amigos e vizinhos a desacomodarem-se marcando presença nas urnas e votar contra as esquerdas. Pela nossa rica saudinha, por patriotismo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por João Távora às 11:30

Quinta-feira, 04.06.09

Competência e mérito


O que têm em comum nomes como os de José Lamego, Augusto Mateus e Guilherme Oliveira Martins? São socialistas e exerceram funções no conselho superior do Banco Efisa instituição integrante do grupo BPN. De resto podemos aceder aqui ao transparente processo de recrutamento baseado em indubitáveis  critérios de competência e mérito: uma grande roubalheira.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por João Távora às 17:34

Terça-feira, 02.06.09

Lágrimas de crocodilo

É normal nos dias que passam escutar virtuosos analistas a lamentarem a ausência dos grandes temas europeus nas campanhas dos partidos, cobrando aos candidatos o previsível abstencionismo no próximo Domingo. Tal parece-me uma explicação algo simplista: tenho ideia que o esforço dos candidatos na abordagem dos “assuntos europeus” não é reconhecido pelos media, preocupados que estão com sound bites e parangonas com as quais conquistam audiências e vendem jornais. Além disso não me parece razoável que a discussão da política europeia, reduzida à regulamentação das colheres de pau durante quatro anos, assuma miraculosamente preponderância e interesse em duas semanas de campanha eleitoral.

Finalmente, parece-me que o partido de Vital Moreira e José Sócrates ao desprezar ostensivamente a co-responsabilização dos portugueses pela adesão ao Tratado de Lisboa, assinou-lhes um atestado de irresponsabilidade, tendo desse modo o PS perdido toda legitimidade para exigir uma adesão significativa de votantes ao acto eleitoral do próximo Domingo.


Quanto ao mais a proverbial preguiça tuga faz o resto, como refere aqui em baixo o Duarte Calvão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por João Távora às 12:27

Terça-feira, 02.06.09

Está quase

Tarde constatei que o nosso Duarte Calvão também come papa Myzena (e muitas laranjas) - não tarda dará um digníssimo conservador de direita. Que não lhe doa o braço nesta senda contra os socialistas, uma verdadeira causa patriótica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por João Távora às 10:45

Sexta-feira, 29.05.09

A campanha negra de Vital

Na viragem para a última semana de campanha o atrapalhado professor de Coimbra entrou em desespero. Ontem à noite em Évora Vital decidiu focar o seu pedagógico discurso nos delicados assuntos europeus: abordou o tema da corrupção, aquilo que ele chama a “roubalheira” do BPN, insinuando que não é por acaso que os envolvidos militem todos nas fileiras do PSD.  Certamente uma questão de genética política: tempos houve que constava à boca pequena serem os pedófilos tendencialmente socialistas...

Ainda a respeito das opções estratégicas que o Partido Socialista propõe para a Europa, Vital Moreira revelou à nação incrédula que, precisamente dentro de pouco tempo, uma centena, duas centenas, três centenas de trabalhadores, voltarão a estar activos nas minas de São Domingos em Mértola; mas que afinal não: confundiu as minas com as de Aljustrel,  coisa bem diferente. Coisa parecida com uma, ou duas, ou três centenas de trabalhadores com emprego. Estamos conversados!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por João Távora às 10:50

Quinta-feira, 28.05.09

Cá da casa

A RDP traça aqui rasgados elogios à página do Partido da Terra do nosso Pedro Quartin Graça. Eu concordo que é certamente uma das melhores: muito dinâmica e com uma excelente organização da informação. A coisa que era de esperar do partido que foi o pioneiro destas andanças - está na rede desde 1993!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por João Távora às 18:21

Sábado, 16.05.09

Vital que se cuide...

O João Villalobos, perigosos libertino que eu muito estimo juntou-se àquele saco de laranjas que dá pelo nome de Papa Myzena. Ora vejam só a qualidade dos citrinos  que se vai juntando.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por João Távora às 15:56

Quarta-feira, 13.05.09

Laranjas e...


Uma dieta para as europeias, com Afonso Azevedo NevesAna Margarida CraveiroJoão GonçalvesManuel Pinheiro, Maria João Marques, Nuno Gouveia, Rodrigo Adão da Fonseca, Vasco Campilho, e a ver quem mais.


Aqui»»»

Autoria e outros dados (tags, etc)

por João Távora às 14:43

Quarta-feira, 29.04.09

Cartazes à maneira só com o Dr. Vital Moreira

 



 


Enquanto os especialistas “independentes” se manifestam doutamente sobre a suposta má qualidade dos cartazes de Manuela Ferreira Leite, o partido do governo manda retirar os painéis do Dr. Vital Moreira prá Europa, por causa da “lamentável gralha”. Coisa pouca, nada que umas dezenas de milhares de euros não resolvam: apresenta-se a factura, e a farra continua.


 


Imagem surripiada a Luís Bonifácio, Nova Floresta

Autoria e outros dados (tags, etc)

por João Távora às 17:53




Sobre o autor

João Lancastre e Távora nasceu em Lisboa, que adora. Exilado no Estoril, alienado com política e com os media, é sportinguista de sofrer, monárquico, católico e conservador. No resto é um vencedor: casado, pai de filhos e enteados, é empresário na área da Comunicação e do Marketing. Participando em diversos projectos de intervenção cívica, é dirigente associativo e colabora em vários blogues e projectos comunicação política e cultural.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Instagram

Instagram

calendário

Setembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930