Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

João Távora

Sinais da primavera

Hoje, percorrer a linha do Estoril e galgar a Avenida da Liberdade debaixo deste sol radioso e céu transparente encheu-me a alma e conciliou-me com a vida. Os telhados vermelhos, as janelas resplandecentes, a passarada, o arvoredo e as flores por entre o trânsito implacável produzem um quadro vigoroso e quase belo.
Estes tempos da primavera são a verdadeira bênção de Deus e o que o clima do meu país tem de melhor: uma temperatura amena e plausível, um ambiente cheio de luz e de cor e… a promessa do Verão, excessivo e apaixonado, da praia e dos mergulhos no mar. Com tudo isto, não entendo as razões para o tão proclamado carácter medroso e deprimido das nossas gentes. Com a herança deste território e fantástico clima, não nos bastaria a todos um pouco menos de fado e mais de saudável realismo, para a realização dos nossos desígnios?

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.