Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

João Távora

Um dia como os outros

Pela manhã olho a capa do jornal, e lá estão elas, muitas mulheres, nas mais variadas figuras e cores, patrocinadas por uma qualquer pomada ou sabonete. O dia da mulher que hoje se proclama parece-me uma confrangedora instituição paternalista da cartilha regimental. Mas para mim a mulher é muito mais do que um mera descoberta do marketing comercial ou político e que não merece decerto este folclore anual tão hipócrita.
De resto, a mulher (em abstracto) é indubitavelmente para mim a mais arrebatadora, bela e fascinante criação do mundo. Finalmente, perante as mulheres (em concreto) da minha vida, hoje como ontem, curvo-me sempre grato e venerador. Com muito amor.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.