Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

João Távora

Cada um tem o que merece

É recorrente e confrangedor: não há coisa mais irritante do que assistir pela televisão a um jogo da nossa liga betadine, num estádio com meia dúzias de milhares de espectadores (quando joga um dos grandes) e termos como som de fundo uma voz esganiçada, de um megafone: HOOOLEEEE-HOOOEEEE-HOOO-HOOO! NIGUEM-PARÒ-LARI-LOLÉ-HOOOOO.
Ponho-me a imaginar se se trata da voz da voluntariosa mulher do presidente do clube da casa, ou se é apenas um anónimo e persistente manuel, destacado como solista da deprimente claque.
Não há um sonoplasta de serviço que mude o microfone de sítio?

3 comentários

Comentar post