Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

João Távora

A guerra nas nossas ruas II

campo-das-cebolas-mm.jpg

Eles gostam é de "engenharias" e andam por cá há muito tempo a destinar as nossas vidas e amestrar as nossas afeições. Uma das actividades preferidas deles é a de mudar os nomes às ruas, normalmente com um intuito de educar o povo para o “progresso civilizacional”. É assim que agora, com os votos do PS, PCP e Bloco de Esquerda, o Campo das Cebolas vai ostentar uma placa toponímica com o nome de José Saramago, como pretendia o executivo de Fernando Medina – o povo, esse continuará a chamar-lhe o nome antigo. E porquê não homenagear o escritor numa dessas “novas centralidades” em evolução na cidade?
Como lisboeta, é para mim uma tristeza imensa a forma despótica como meia dúzia de iluminados vêm apagando os ecos da memória colectiva da minha cidade ao sabor dos eventos políticos ou conveniências das suas clientelas. Lisboa ainda ostenta ruas com nomes antigos que falam do lugar mas já não falta muito para eles destruírem definitivamente a alma cidade e torná-la num insuportável panfleto sobre as virtudes da “modernidade” e dos seus arquitectos. Estamos entregues a uma cambada de brutos e eu não me conformo com isso.