Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

João Távora

Uma quente noite em Abril


Depois de uma assoberbada semana de trabalhos (uf!), lá deixámos os miúdos em casa, industriados e recomendados. Ontem a noite foi dos “crescidos”. E que quente estava o Campo Pequeno embalado e delirante ao som de Mark Knopfler a assapar os seus deliciosos riffs na guitarra, recuperando temas como Romeo and Juliet, Sultains of Swing, Brothers in Arms ou Telegraph Road. Como consta da ordem, Going Home da banda sonora de Local Hero foi o tema de fecho, com o público rendido ao delírio. O músico escocês Mark Knopfler de facto é dono de uma técnica ímpar a tocar guitarra, e a sua música vigorosa e simples seduz-me desde a sua revelação com a banda Dire Strats e o portentoso tema Sultains of Swing em 1977. Enfim, assistimos a um despretensioso concerto de rock n’ roll à antiga, com um excelente som, bom para abanar o esqueleto e extravasar energias. Assim mesmo, burguesinhos, trinta anos depois, a seguir a um bife argentino ao jantar, com a cabeça limpa, e sempre atentos ao telemóvel... não fosse um diabrete tecê-las.

6 comentários

Comentar post