Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

João Távora

Tudo o que você queria saber sobre a vida sexual dos portugueses e nunca teve a coragem de perguntar


 


Está tudo aqui. Tinham que ser os bifes do canal Odisseia a desmascararem-nos: aqueles bisbilhoteiros encomendaram um estudo de opinião à Eurosondagem  sobre a vida amorosa dos portugueses. Como resultado fica comprovado cientificamente que somos uns refinados aldrabões: “há normalmente três questões em que os portugueses enviesam as suas respostas: no sexo e nas habilitações, os portugueses dizem que têm sempre mais do que na verdade; e nos salários, em que  respondem sempre que ganham menos do que na realidade.” Uma chatice de denúncia com consequências imprevisíveis para o negócio nacional. Nesse sentido, o meu consócio (no Sporting) Rui Oliveira e Costa ainda reclama da disparidade entre as respostas dos homens e das mulheres em questões de intimidade, como é o caso da frequência de relações sexuais e o número de parceiros... o que nos remete para a famigerada gabarolice do Tuga, ou então para uma enorme promiscuidade de umas poucas galdérias, sempre as mesmas.

De resto são curiosas algumas outras conclusões, como o facto de 16% dos portugueses recorrerem à Internet para andar ao engate, e também 16% admitirem já ter tido mais de dez relacionamentos ao longo da vida. Claro que presume-se que não são os mesmos!

Finalmente uma boa noticia: mais de cinquenta por cento dos portugueses diz-se fiel, coisa que baralha os números todos e faz dos restantes entrevistados uns autênticos depravados. Enfim, não fossem as respostas tendencialmente “enviesadas”, e o português gostar de armar ao Chico esperto e esta sondagem seria perigosamente reveladora.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.