Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

João Távora

 O futebol às vezes é uma agonia *


Uma lástima a prestação nacional ontem em Braga contra a Albânia. O problema é que tratando-se de uma selecção de jogadores, esta está longe de ser uma equipa, não possui um sistema de jogo. Do que eu estou certo é de que o futebol não se joga de fato e gravata, e que por mais que se deseje, um treinador “de bola” não é um “gestor”. O que é mais trágico, é que com a saída de jogadores como Figo ou Rui Costa a selecção perdeu liderança dentro do campo.... e com a chegada de Queiroz perdeu-a no banco.  


 

* Palavras de Carlos Queiroz na conferência de imprensa

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.