Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

João Távora

O "público" é quem mais ordena

Terminada esta curta sealy season de Junho, sobeja-me um comentário sobre as bisbilhotadas férias de Cristiano Ronaldo, e as cenas da vida privada  de Berlusconi que por estes dias assaltaram a minha pacata existência. Hoje é com excessiva facilidade que os "media" criam e destroem ídolos e vilões para todos os públicos: Ronaldo e Berlusconi, quais gladiador e césar, emergem da mesma decadente adolescentocracia em que falar de Clássicos é entendido como referência aos AC/DC.
Para devolvermos um pouco de horizonte à nossa civilização, não sei o que mais falta faz: se uma renovada Elite se um Povo que nela seja capaz de se rever.