Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

João Távora

Ano novo vida nova*

 

O tempo quente a clamar pela praia não nega o arranque de um novo ano lectivo: os acessos a Lisboa superlotados e o ar pesado da cidade subitamente apressada prenunciam a verdadeira rentrée. Afinal é agora que o ano realmente se inicia, com pastas bem cheirosas, cadernos lisos e rebrilhantes com renovadas promessas de empenho e fidelidade, com a esperança desenhada na letra de forma. Encarregar-se-ão as primeiras chuvas de Outono de borrar as folhas e ilusões, pois a ressurreição conquista-se nas entranhas. Tudo encaminhado: a todos um Feliz Ano Novo.

 

* tenho a sensação de que me estou a repetir

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.