Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

João Távora

Um Sábado auspicioso

 

Mais logo vou ao hotel Cidadela votar nos delegados ao congresso do CDS de Cascais. A manhã, passei-a em sossego, refugiado na cozinha entre a leitura dos jornais e a confecção dum belo Bacalhau à Gomes de Sá segundo a Maria de Lurdes Modesto, uma receita muito em voga no tempo dos nossos avós. Enquanto o Louçã, digo, a cebolada frigia banhada em azeite, o fiel amigo repousava demolhado em leite. Na culinária como na vida o diabo está nos detalhes: as batatas foram cozidas com casca, mas no fim faltaram-me umas azeitonas em condições e o raio da salsa tinha pouco sabor. Mas o almoço foi um sucesso, a rapaziada gostou da graça e ainda tive a oportunidade lhes citar umas linhas da crónica d’hoje do Vasco Polido Valente. O tema é sobre o devaneio que é o Bloco de Esquerda, fenómeno que proporciona a um inveterado conservador como eu ser complacente com os índios de Jerónimo.