Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

João Távora

A sinistra farsa

É curioso verificar a complacência saciada da opinião publicada perante o corte deratting da agência  Moodys à Madeira. É a mesma bovina bonomia que pactuou com o endividamento público que hoje atinge cerca de 160 mil milhões de euros, extasiada com promessas de mais aeroportos, TGVs, auto-estradas, estádios, piscinas, bibliotecas, hospitais, metros, casas de música e de coches, shoppings e condomínios, enquanto o país debandava para o litoral para comprar telemóveis e ténis "de marca". O facto é que a “cidade” que construímos, embalados na ilusão de ilimitados recursos é absolutamente insustentável. A realidade da Madeira de Alberto João Jardim, a económica e a política, tem a virtude de constituir uma benévola parábola, um generoso espelho da nossa sinistra farsa. 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.