Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

João Távora

Não há protocolo que acautele a má criação *

Eu que já acompanhei comitivas e dei uma mãozinha no MNE sei bem como viajar com políticos e lidar com alguns diplomatas dá broncas destas e bem piores, coisa que na era dos blogs pode criar alguns incómodos. Consta que num jantar informal à partida de Cabo Verde o ministro Rui Pereira ter-se-á apropriado dum lugar esquerda de José Sócrates (um péssimo lugar portanto) ocupado pela jornalista Dina Soares. Enfim, estes ambientes são propícios a melindres protocolares, que atingem foros paranóides alastrando qual epidemia, das salas de conferências e dos banquetes, para os ministros e funcionários, motoristas e estafetas. Os primeiros são os primeiros e os últimos são mesmo últimos – nem sempre se percebe bem para que campeonato, mas a coisa funciona assim. O tema dava um belo guião para um programa da National Geographic.


 


* Via João Villalobos no Corta-fitas