Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

João Távora

Estamos à espera de quê?

As revoluções são como as guerras: fazem mal aos países, são uma violência contra a  História e dificilmente mudam mentalidades e instituições. As revoluções destroem coisas boas e más indiscriminadamente, produzem muitas vitimas para poucos resultados. As revoluções exigem demasiado esforço em reconstrução.

Numa nação verdadeiramente civilizada e livre, o sistema regenera-se por dentro, pela força da vontade e mérito das pessoas.

Em Portugal falta qualidade à democracia, há pouca liberdade e como bem sabemos não é uma nação civilizada.

 

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.