Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

João Távora

Algumas considerações sobre o relacionamento dos OCS com os blogues

Julgo que em Portugal terá sido o Sol online a lançar blogues dentro do próprio domínio do seu portal. Entusiasmados com a moda, hoje quase todos os grandes Órgãos de Comunicação Social (OCS) oferecem dentro da sua plataforma de Internet um cardápio deles. Veja-se o site da revista Sábado, com um blog de direita e um blog de esquerda, ou o dinâmico sítio do i, (ele próprio apresentando as notícias numa disposição cronológica como os blogues) que possui integrado uma área de blogues.

Suspeito que esta estratégia esteja condenada ao fracasso. Estes blogues não o são na realidade: despidos do seu cariz orgânico, não se integram numa rede relacional passando praticamente desapercebidos na “blogosfera”. São um desperdício de recurssos. 

Parece-me que seria muito melhor do ponto de vista da sua eficácia, que esses blogues, mesmo assumindo um aspecto gráfico semelhante ao meio associado, se desenvolvessem nas plataformas independentes (
Sapo, WordPress, Blogspot etc, e que naturalmente se relacionassem por afinidades com os outros blogues. Aliás para o OCS essa estratégia parece-me vantajosa também do ponto de vista duma estratégia de link building, factor muito importante para uma optimização dos seus conteúdos nos motores de busca (SEO). Ou seja, parece-me muito mais eficaz o ABC do PPM como complemento e promoção do meio a que está associado, do que um qualquer pretenso blogue “residente”.

Finalmente, sobre o relacionamento dos OCS com os blogues, chamo a atenção para a estratégia de devolução de links promovida pelo
Público online: é imbatível por causa do Twingly.  Creio que enquanto os outros meios não adoptarem algo de semelhante, ficarão sempre a perder. E a competição entre eles está condenada a esgrimir-se na Internet.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.