Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

João Távora

Tudo simplex, um dia de trabalho perdido.

Instruído pela repartição de finanças, hoje pela fresca dirigi-me à Segurança Social de Cascais para obedientemente me inscrever como trabalhador independente. Sete foram as horas de espera para entregar os ditos papéis a uma ríspida funcionária. Perguntei-lhe por que não tornar o raio da formalidade um acto mais simples, automatizado até, e foi-me explicado que os dois organismos não cruzam dados (deve ser muuuito difícil pensei eu). Acrescentou contrafeita que estes serviços “simples” deverão estar disponíveis pela Internet em breve. O país espera.

5 comentários

Comentar post