Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

João Távora

Em 1898, sobre a arquitectura em Lisboa


O ilustre pintor (Columbano) vive numa velha habitação, para as bandas da Rua da Alegria. É um casarão amarelo, metido dentro de um pátio, e que, entre os horrorosos prédios de Lisboa, conserva ainda carácter. Outrora as casas eram quase como pessoas: havia-as com feitios de birra, sardentas e insolentes… Hoje o ideal é este: o prédio, a uniformidade, o horror…

Raul Brandão – Retirado de Uma visita a Columbano 1898
In Paisagem com Figuras – inéditos Vol. II, Âmbar 2006 – Organização de Vasco Rosa