Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

João Távora

24.Fev.21

Salvar a Pátria

João Távora
O retorno à ribalta política de Pedro Passos Coelho como salvador da pátria é um assunto recorrente no debate à direita que reflecte bem a profunda crise que atravessa, com clara dificuldade de renovar-se com novos protagonistas, mas principalmente de assumir bandeiras que entusiasmem um eleitorado tendencialmente resignado – e assustado. Esse sebastianismo também espelha uma falta de autoridade e reconhecimento público das elites políticas envelhecidas que há décadas circulam (...)
21.Fev.21

Sporting Clube da Portugalidade

João Távora
O Sporting ontem na vitória dois-zero sobre o Portimonense jogou com Nuno Mendes, Tiago Tomás  e Gonçalo Inácio (todos com menos de 20 anos) no onze inicial, além de Palhinha e João Mário também portugueses da formação. No onze estavam outros dois: Pedro Gonçalves e Nuno Santos. Como suplentes e oriundos da academia de Alcochete entraram como suplentes Joavane, Daniel Bragança (até temos um Bragança!) e Matheus Nunes. Um enorme contraste com os adversários e 13 pontos de (...)
17.Fev.21

Missa de Sufrágio pela alma de Maria João de Castro de Lancastre e Távora (Marquesa de Abrantes)

A Fé é a cedência da soberania a Deus

João Távora
Foram assim as cerimónias exequiais por alma da minha mãe no passado dia 15, presididas pelo Rev Padre Perdo Quintela que decorreram na paróquia do Santo Condestável de que foi freguesa quase toda a vida e onde criou os seus cinco filhos.  A todos os muitos e muitos amigos que se nos juntaram virtual ou fisicamente nesta celebração da Fé,  aqui deixo os meus sentidos agradecimentos.  
10.Fev.21

Oração

João Távora
Maria João de Castro de Lancastre e Távora  (Marquesa de Abrantes) 1940 - 2021 Santa Maria, mãe do Senhor, Intercedei pela nossa irmã Maria João, Para que seja acolhida na misericordiosa paz do Reino de Vosso Filho. Superada a sua longa provação, Guiai-a ao merecido consolo do Criador, Onde a paz se desvenda e realiza. Guiai-a ao seu marido Luís, também reconciliado, Com quem realizou esta família que é precioso legado, Seus filhos, netos e bisneta. Guiai-a ao encontro dos (...)
28.Jan.21

Confinados...

João Távora
É impressão minha ou no meio da comoção com a pandemia, o governo perdeu definitivamente qualquer coerência discursiva? Depois do "milagre português" na guerra contra o Covid-19 se ter transformado no pesadelo dos portugueses; ao mesmo tempo que se prenunciam atrasos na distribuição das vacinas na Europa começamos a perceber que a oligarquia que nos pastoreia já cuidou de garantir prioridade de vacinação aos apaniguados do costume, os que lhes garantem o poder absoluto sobre o (...)
21.Jan.21

Escolas

João Távora
Acho a opção de interrupção cabal das aulas por duas semanas antecipando férias (mais) um grave erro de cálculo do governo. Como demonstram os números no resto da Europa o confinamento não vai baixar muito os números de infecções - o inverno é o tempo delas - pelo que tenderá a ser de duração indefinida. Desconfio que o Estado não tenha o ensino público preparado para as aulas virtuais e que não queira ser comparado com o privado com esse sistema já muito oleado. Precisa (...)
14.Jan.21

Tempo de trevas

João Távora
Das regras de confinamento ontem decretadas pelo governo, a melhor das excepções é sem dúvida a liberdade dada aos nossos jovens e crianças de frequentarem os seus estabelecimentos de ensino. Parecia-me pouco realista e até bastante insalubre do ponto de vista mental fechá-los em casa, restringidos a aulas e contactos sociais virtuais em espaços confinados – é contra natura. Depois, há um equívoco que urge desmontar: as aulas virtuais são um potenciador das desigualdades, (...)
13.Jan.21

Do ultraje à resistência

João Távora
Há 262 anos Portugal ficava mais pobre, mais medíocre, mais pequenino como tantos o gostam de ver. Hoje é dia dos Távora, dia da resistência. Escrevo estas palavras em memória do meu sétimo avô, D. Manuel Rafael de Távora, que sofreu dezanove anos de prisão sem culpa formada, unicamente por ser quem era. Que Deus nos ajude a honrar os mártires que nos precederam.
10.Jan.21

Presidenciais

João Távora
Vale o que vale, não voto em nenhum, mas se quiserem saber, eu até teria muito gosto receber o Marcelo Rebelo de Sousa a jantar cá em casa com os meus filhos à mesa, talheres de prata e tudo. A Ana Gomes jamais concederia tal privilégio, assim como a André Ventura. Esses nem com loiça de plástico. Estando os miúdos na cama e com explicito acordo da minha mulher (não lhe perguntei) talvez concedesse esse privilégio a Tiago Mayan e a Marisa Matias. De resto, os Duques de Bragança (...)
06.Jan.21

Repensar a república em Dia de Reis

João Távora
As eleições presidenciais que terão lugar daqui a poucos dias constituem mais uma oportunidade para os monárquicos dissecarem o nosso sistema semipresidencialista, apontarem as suas fragilidades e contradições e recordarem publicamente outros modelos, vigentes em destinos mais bem-sucedidos que o nosso. O tema também interessa aos simpatizantes realistas que – imbuídos dum cândido pragmatismo - entendem que a sua participação cívica na eleição presidencial é útil numa (...)