Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

João Távora

04.Ago.18

Aquecimento Global

João Távora
Há dias escrevi uma crónica humorística em que me atrevi a brincar com o tema da Meteorologia e do Aquecimento Global. Em consequência disso recebi diversas mensagens indignadas, acusações de "Trumpismo" (a mim que até sou monárquico) e comentários ofensivos que foram devidamente apagados e os seus autores banidos da minha página do Facebook. Àqueles que possam ter dúvidas, (...)
02.Ago.18

Vamos conversar sobre o tempo?

João Távora
Poucos climas há tão encantadores como o de Portugal. O Inverno é neste país menos áspero que nos países do norte, mesmo menos áspero que a região central de França. A neve só cai nos cumes dos montes. Gozam-se dias admiráveis que rivalizam com os nossos mais amenos dias de Primavera. No Verão, a temperatura é muito mais elevada do que em Espanha. E passam-se aí às vezes calores de abrasar, mal moderados pelos ventos quentes do Oceano Atlântico; mas encontram-se ali tantos (...)
09.Jul.18

A globalização da humanidade

João Távora
A meio da semana passada, impressionado com as notícias que vinham da Tailândia, perguntei aos meus filhos pequenos se sabiam do que se estava a passar. Não sabiam: como a maioria dos jovens e das crianças, hoje em dia conseguem viver numa bolha onde convivem com a “realidade” que escolhem seguir, por via do Youtube, do Instagram ou dum qualquer canal de séries ou desenhos animados sempre ao dispor. A razão por que nesse dia os obriguei a ver um noticiário da TV foi por (...)
28.Jun.18

A pastelaria Suíça e o futuro da cidade

João Távora
Confesso que me faz um pouco de confusão o coro de lamentos e indignação a propósito do anúncio do fecho da pastelaria Suíça no Rossio, oriundo provavelmente da parte de quem nunca lá pôs os pés. Eu não tenho pena nenhuma: acontece que há muitos anos que aquele espaço perdera o charme de outrora, o seu serviço e oferta eram absolutamente indiferenciados, bastante medíocres. É assim a vida de muitos negócios: com o passar dos anos entram em decadência e fecham. Curioso (...)
26.Jun.18

Depois da tempestade

João Távora
Tudo indica que Bruno de Carvalho passou à história, e passou a fazer parte do mais negro passado do Sporting. Do seu legado desastroso, para lá do desmantelamento da equipa de futebol profissional e o desastre económico que isso significa, o maior flagelo foi divisão infligida entre os adeptos com a luta de classes que trouxe a terreiro para alimentar uma guerra civil num clube que sempre foi profundamente democrático e interclassista: o Sporting fundado pela burguesia endinheirada (...)
18.Jun.18

Apanhar os cacos, fazer das misérias grandeza

João Távora
Não podemos subestimar o poder destruidor da crise que se abateu sobre o Sporting nos últimos meses e que teve o seu auge no hediondo assalto a Alcochete no mês de Maio passado. Mas é importante insistir que todo este interminável pesadelo tem um responsável, tem uma face e tem um nome: é o presidente, chama-se Bruno de Carvalho e foi instituído de poderes pela maioria dos associados para defender os interesses do clube. Com os resultados que se conhecem: a poucas semanas do (...)
14.Jun.18

A velhice e o prenúncio de uma tragédia

João Távora
A propósito do debate sobre a Eutanásia muito se falou do problema que o aumento da esperança de vida representa nos nossos dias. O enfoque no meu entender deveria coloca-se no drama da fracturação e decadência das estruturas sociais que sempre enquadraram afectivamente e apoiaram logisticamente a pessoa envelhecida. Refiro-me à família alargada e às pequenas comunidades (em que se inclui a Igreja) que tinham essa função. Ao contrário do que nos querem fazer crer, sempre (...)
10.Jun.18

Portugalidade

João Távora
A razão por que um monárquico não poderá ficar indiferente à invasão desregulada de migrantes no espaço europeu é porque a coroa será a primeira instituição a ressentir-se duma fragilização do tecido social das velhas nações, como comunidades de história e língua.Foi isso que me chamou a atenção na esplêndida série “The Crown” da Netflix que relata a história do reinado de Isabel II, com a exibição de imagens do início da década de 50, das viagens da Família (...)
02.Jun.18

Contra-corrente

João Távora
A realidade não se deixa afectar pela forma condicionada como a interpretamos. Ela "é" apesar do nosso olhar... e isso é bom.