Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

João Távora

Cais de Alcantara, 1967

alcantara.jpg

Esta fotografia é por si só uma crónica "de época". É uma demonstração da antiga solidariedade "onde vai um vão todos" ainda hoje patente no meu ramo Castro. Tirada no cais de Alcântara em 1967 por ocasião da partida do Tio Nuno de Castro para a Guerra no Ultramar. Da esquerda para a direita temos: o meu pai de cigarro na mão (como sempre), a avó Xunchinha (Condessa de Castro), a Tia Teresa, a Tia Isabel (a ocultar a tia Mitó) e depois o Tio Manuel. Em baixo, ao lado da mão da minha mãe que segura (mais) um cigarro, está a Tia Mariana, irmã mais velha da minha avó. Sentado no passeio estou eu de frente para o meu primo Manel de Castro. À direita extrema está o senhor guarda a garantir a boa ordem. Lá atrás de tudo a ponte Sobre-o-Tejo, recentemente inaugurada. Do lado contrário, além do fotógrafo - que julgo seja a Tia Carmo mãe do primo Manel, estava um enorme paquete cheio de soldados a entrar e a acenar com lenços. Iam para a guerra defender a pátria. Era isso que se ensinava nas casas das boas famílias.