Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

João Távora

Da minha vaidade

Vasco_eu.JPG

Se há uma coisa que conheço bem é a forma entusiástica, séria e meticulosa como o Vasco Vasco Medeiros Rosa se atira aos projectos e autores a que estética ou filosoficamente adere. Na verdade é o mesmo empenho com que encara sempre qualquer desafio editorial que se lhe apresente. Mas sei bem como os gosta de poder escolher e foi por isso que já em 2010 tinha tentado junto de um grande grupo editorial o ambicioso projecto da edição da obra completa de Henrique Barrilaro Ruas em 3 volumes temáticos. No final de contas o livro “A Liberdade Portuguesa” foi o tributo possível, para o qual tive honra de ter ajudado a materializar através da Real Associação de Lisboa.
Na passada 5ª, feira na sessão de lançamento no Centro Nacional de Cultura o Vasco surpreendeu-me com uma partida que aqui partilho com os meus amigos - pura vaidade. A nossa amizade é mutua e correspondida, e selada com a difícil prova do tempo - cumprem-se por estes dias 40 anos desde que as nossas vidas se cruzaram entre o Centro Nacional de Cultura e a Rua de Santo Amaro à Estrela. E isso já merece uma almoçarada.