Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

João Távora

Gozar com a miséria é feio

homem elefante.jpg

É importante que se perceba que quem rejubila com o retorno às luzes da ribalta de Bruno de Carvalho é a comunicação social que vive de conteúdos baratos e “sensacionais”… e os adversários do Sporting que se banqueteiam com o suculento pratinho assim caído do céu. Antigamente havia o circo de horrores, com o homem elefante, o gigante, o anão, o gordo e a mulher de barba que faziam as delícias de plateias cheias de voyeuristas. Ufanos, lampiões meus amigos já se propuseram oferecer-me o livro do destituído. Definitivamente é feio gozar assim com as misérias dos outros: podiam ter um filho assim.