Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

João Távora

Igualdade

Parece-me óbvio que, como refere Roger Scruton em “As Vantagens do Pessimismo”, a igualdade como principal desígnio do ensino só será plenamente alcançada eliminando escrupulosamente qualquer intenção de instruir. Só quando estiver instituído um “objectivo zero” de saber, os alunos sairão finalmente todos iguais. Mas mesmo assim suspeito que um mínimo de discriminação será sempre necessária à escola, por forma a moderar os danos da alarvidade e da força bruta que ascenderá ao topo da cadeia hierárquica.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.