Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

João Távora

Inquietação

marcelo.jpg

Ontem numas imagens que vi nas notícias captadas por uma câmara indiscreta ao final da defunta reunião com especialistas no Infarmed inquietou-me a cumplicidade com que Marcelo Rebelo de Sousa confidencia com Ferro Rodrigues e António Costa o modo como iria fazer a sua intervenção. Até admito que a comoção da crise do Covid19 tenha fortalecido os laços entre eles, mas aflige-me sermos governados por três amigalhaços.

De resto, o que esta pandemia deixou a nu foi a arrogância dos políticos que pretenderam serem capazes de a controlar (os bezerros de ouro sempre foram uma tentação para os pategos). O maior problema é que o povo não deixará de lhes cobrar os seus efeitos quando não tiver pão para por na mesa. E não se esqueçam que as moratórias e o lay-off simplificado não vão durar para sempre.