Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

João Távora

31.Mai.09

Centenário da República

João Távora
Não devia haver comemorações nenhumas. É um episódio triste da história portuguesa e não devia haver comemorações nenhumas. Para todos os efeitos foi uma ditadura. A ditadura não nasceu do vácuo, nasceu da República!  Leia na integra as considerações de Vasco Pulido Valente sobre o tema: aqui   (29 de Maio em entrevista ao
28.Abr.09

Antropometria aplicada aos jesuítas - a pseudo-ciência ao serviço dos republicanismo

João Távora
Sobre o perigo das modas pretensamente cientificas importa ler este texto: Entre as imagens de violência que ilustram a instauração do regime republicano em Portugal, sobressaem as que mostram as humilhações infligidas aos padres da Companhia de Jesus. Assaltados nas suas casas religiosas por fortes contingentes armados, presos, agredidos, insultados, expulsos do país, passaram ainda pela (...)
18.Fev.09

Tanto para tão pouco *

João Távora
Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República (CNCCR) começou finalmente a mostrar trabalho e anunciou que se prepara para gastar ao erário publico dez milhões de euros em publicidade enganosa: mistificar uma revolução e uns quantos demagogos que brindaram Portugal com dezasseis anos de repressão, tirania e descalabro económico e social. Entretanto, com um (...)
07.Jan.09

Pedido de esclarecimento

João Távora
De modo a apurarmos o nível da nossa discussão sobre a monarquia, desafio o Tiago Moreira Ramalho do Corta-fitas a sustentar a afirmação de que terá sido no tempo da Dinastia Bragantina e até 1910 (repare-se na subtileza do final do período em questão) que Portugal perdeu o comboio europeu, depois de termos sido uma super-potência mundial. Gostava que o Tiago me referisse as suas fontes, e já agora nos (...)
08.Mai.08

Fernando Pessoa e a bandeira da república:

João Távora
  (...) “contrário à heráldica e à estética, porque duas cores se justapõem sem intervenção de um metal e porque é a mais feia coisa que se pode inventar em cor. Está ali contudo a alma do republicanismo português – o encarnado do sangue que derramaram e fizeram derramar, o verde da erva de que, por direito mental, devem alimentar-se”. . Citação de “Da (...)
16.Jan.08

Fazer história

João Távora
Aproxima-se o centenário da revolução republicana que, não sendo uma data feliz, é uma data histórica e como tal será assinalada. Se para os seus devotos se trata de comemorar, para nós monárquicos e cidadãos livres trata-se tão só de rememorar.Garantidos estão já discursos laudatórios e pomposas evocações: o regime celebrará a data do seu (...)
07.Ago.07

História de algibeira (26)

João Távora
Debaixo de grande polémica, Carolina Beatriz Ângelo, médica, viúva e "chefe de família", ousou votar nas primeiras eleições republicanas a 28 de Maio de 1912 aproveitando as indefinições existentes no enunciado da Lei. Na sequência da controvérsia, é aprovada pelo senado em 1913 a Lei Eleitoral da República (nº 3 de 3 de Julho) onde pela primeira vez (...)