Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

João Távora

Votar no Domingo

Sem ter a veleidade de pensar que influencio o voto de quem quer que seja, considero importante assumir nesta hora que, apesar da minha desilusão do modo como a coligação PSD/CDS resgatou o País duma situação falência - grosso modo através do aumento dos impostos, uma fórmula que pouco se diferenciaria do método socialista - por ser incapaz de beneficiar o infractor e tendo em conta que o que está em causa é a qualidade de candidatos e o grupo em que eles se irão inserir no Parlamento Europeu, no dia 25 irei votar na coligação Aliança Portugal. Não sendo eu um partidário da federalização europeia, reconhecendo também o prejuízo e a submissão a que nos obrigou a adopção do Euro, sou obrigado a admitir que a inversão dessa estratégia, por nossa exclusiva recriação e na actual conjuntura, nos conduziria a uma funesta tragédia. 
De resto, não é sem alguma amargura que vos digo sem papas na língua que a forma como os portugueses encaram as eleições no próximo domingo é reflexo do exacto atributo que leva uns quantos maduros a aplaudir à porta do tribunal um assassino porque escapou à polícia durante um mês. É dessa total inversão dos valores que urge resgatar Portugal.